Club
Flores da Cunha

HISTÓRIA DO ROTARY CLUB DE FLORES DA CUNHA

ROTARY EM FLORES DA CUNHA

Os primeiros contatos visando a formação de um Rotary Club em Flores da Cunha aconteceram em meados do ano de 1980, através de uma mensagem do Governador, trazida pelo Comp. Luiz Carlos Tronca, do Rotary Club Imigrante de Caxias do Sul.

Os contatos para formação do clube em Flores da Cunha iniciaram com os Comps. Elirio Toldo e Agapito Conz.

Os primeiros contatos eram mantidos na sala de reuniões da Fábrica de Móveis Florense, e, nesses contatos houve a adesão dos Comps. Denizar Santos e Sérgio Corradi.

Na sequência, eram feitas reuniões em casas de companheiros, onde eram trazidas pessoas da comunidade para receberem informações sobre Rotary, e assim, essas pessoas pudessem avaliar a possibilidade de passarem a integrar o novo Rotary Club.

Na sequência, as reuniões passaram a ser em locais públicos, com participação de maior número de pessoas, e eram reuniões-janta. Nessas reuniões começou-se a praticar o sistema de reuniões nos moldes estabelecidos por Rotary International.

Todos os trabalhos eram acompanhados por companheiros do Rotary Club Imigrante, de Caxias do Sul, nosso Clube Padrinho.

Os locais das reuniões, nos primeiros meses de funcionamento do Rotary Club Flores da Cunha, foram os mais variados: Hotel Brasil, Clube Independente, Restaurante da Pousada do Galo Vermelho, Sociedade Aquarius, Salão Paroquial, e Restaurante Casa Nostra.

A constituição provisória do Rotary Club Flores da Cunha ocorreu no dia 14 de abril de 1981, em reunião-jantar realizada no Restaurante do Hotel Brasil, na Av. 25 de Julho, em nossa Cidade.

Conforme consta da ata número 01, estiveram presentes na reunião de constituição do Rotary Club Flores da Cunha provisório, 12 companheiros, a seguir relacionados em ordem alfabética: Agenor Mattielo, Agapito Conz, Denizar Santos, Elirio Toldo, Gelson Tonin, Juarte Todeschini, João Vignatti, Luiz Antonio Lavoratti, Mauricio Pauletti, Miralto Maeski, Moacir Guarese e Sérgio Corradi.

Os trabalhos foram coordenados pelos Companheiros do Rotary Club Imigrante:  Julio Mainhardt, Luiz Carlos Tronca, Nadir Chiappin e Ernani Bento Alves.

Na mesma ocasião foi eleito o primeiro Conselho Diretor do Rotary Club Flores da Cunha provisório, o qual ficou assim constituido:

         Presidente................ELIRIO TOLDO

         Vice-Presidente.......AGAPITO CONZ

         Secretário.................AGENOR MATTIELO

         Tesoureiro................SÉRGIO CORRADI

         Protocolo..................LUIZ ANTONIO LAVORATTI

Na mesma oportunidade foram preenchidos os formulários solicitando a admissão do novo Rotary Club junto a Rotary International.

No dia 18 de novembro de 1981 foi assinada a admissão oficial do Rotary Club Flores da Cunha pelo Presidente de Rotary International.

A entrega da CARTA CONSTITUTIVA ocorreu no dia 22 de dezembro de 1981, em grande reunião festiva realizada no Salão Paroquial de nossa Cidade.

A reunião festiva em que foi entregue a Carta Constitutiva, foi registrada através da Ata número 35. Nela consta que, além dos 12 companheiros que fizerem parte da fundação do Rotary Club Flores da Cunha provisório, estiveram presentes mais 9 companheiros, que ingressarem no período de abril a dezembro de 1981: José Ivo dos Santos Totta, Yur de Oliveira, Mauro Baldissera, Paulo Chinatto, Iraci Tonin, Frei Silvestre Gialdi, Waldir Lunardi, Julio Fante e Luiz Alberto Calza.

Esses 21 nomes formam a nominata de SÓCIOS FUNDADORES do Rotary Club Flores da Cunha.

O evento de fundação do Rotary Club Flores da Cunha foi um grande acontecimento para a nossa cidade.

A festividade contou com a presença de mais de 220 pessoas, destacando-se a presença de autoridades municipais, como: Prefeito, Presidente da Câmara de Vereadores, Juiz de Direito, Vigário da Paróquia, Delegado de Polícia, etc.

Dentre as autoridades Rotárias destacamos:

Governador do Distrito 467.........Manoel Cavalcanti Albuquerque Netto

Governador Indicado...................Flávio Rossi

Ex-Governadores.........................Saul Sperry Cesar, Ervino Marquardt,

                                                      Alberto Lauro Girardi.

Estiveram presentes representantes dos Rotary Clubs de Caxias do Sul (3), de Bento Gonçalves, Veranópolis, Erechim, Canela e Farroupilha.

 

A partir desse momento, o Rotary Club Flores da Cunha passou a fazer parte integrante do quadro de entidades da nossa Cidade, e passou a desenvolver seus trabalhos com regularidade, com reuniões semanais.



PAUL PERCY HARRIS,O FUNDADOR DO ROTARY INTERNATIONAL

Paul Percy Harris nasceu em 19 de abril de 1868 em Racine, Wisconsin, nos Estados Unidos, ao norte de Chicago. Foi o segundo dos 6 filhos de George N. Harris e Cornelia Bryan Harris. Por problemas financeiros, aos dois anos foi morar, juntamente com seu irmão Cecil, então com 5 anos, com seus avós paternos Howard e Pamela Harris, na cidade de Wallingford, no Estado de Vermont, nos Estados Unidos.

Foi aí que praticamente começou o direcionamento da vida de Paul Harris, como ele mesmo recorda em suas memórias "Meu Caminho para Rotary": “ Eu tive o privilégio de viver em um lar estável, onde não faltava nada e nada era excessivo; onde os ideais eram os mais elevados e a educação era o objetivo supremo.” Esta visão em direção à educação o levou às Universidades de Iowa, onde se formou advogado e obteve o título de doutor honorário na Universidade de Vermont.

Ao receber o seu diploma, Paul decidiu que passaria cinco anos conhecendo o mundo antes de se dedicar à sua nova profissão de advogado. Foi neste tempo que trabalhou como repórter de jornal, professor de economia, ator de teatro e cowboy. Fez também inúmeras viagens pelos Estados Unidos e Europa como representante de uma companhia de mármores e granitos.

Finalmente, em 1896 decidiu advogar em Chicago. O ambiente da cidade era difícil, com muita imoralidade, Incêndios fraudulentos, e falências, melhorando em 1900 com o fechamento das casas de jogos e tavernas, com a Promulgação da Lei Federal de Falências e a segregação da prostituição. Foi advogado durante 32 anos, membro do Colégio de Advogados do Estado de Illinois, do Colégio Americano de Advogados e Presidente da Comissão de Ética Profissional do Colégio de Advogados de Chicago. Em um dia no outono de 1900, Paul P. Harris se encontrou com o advogado Bob Frank para jantar em um luxuoso bairro no norte de Chicago. Eles saíram para uma caminhada parando em algumas lojas no caminho. Harris ficou impressionado com a maneira como Frank tinha feito amizades com muitos dos vendedores.

Desde que se mudara para Chicago para abrir seu escritório de advocacia, Harris não havia encontrado a mesma Camaradagem que Frank tinha com seus colegas empresários, e naquele momento começou a pensar em como encontrar esse tipo de companheirismo que o lembrava da cidade em que ele havia crescido na Nova Inglaterra. Em 23 de fevereiro de 1905 Paul Harris, juntamente com outros três homens de negócios: Silvester Schiele, comerciante de carvão, Gustavus Loehr, engenheiro de minas e Hiram Shorey, alfaiate, reuniram-se no Edifício Unity, na N orth Deaborn Street, 127, 7º andar formando o primeiro clube. O primeiro Presidente foi Silvester Schiele. O clube recebeu o nome de “Rotary” devido ao fato de que seus sócios se reuniam em rodízio nos respectivos locais de trabalho, em um sistema de rodízio. Seu quadro associativo cresceu rapidamente. Em 1907 surgiu o primeiro projeto comunitário: a instalação do primeiro sanitário público da cidade de Chicago, localizado perto da Prefeitura.

Em 1910 foi realizada a primeira Convenção, congregando se os clubes na Associação Nacional de Rotary Clubs. Paul Harris foi eleito Presidente da Associação. Nessa Convenção, por proposição de Arthur Frederik Scheldon, professor de marketing, foi adotado o lema: “mais se beneficia quem melhor serve seus companheiros”. Paul conheceu a sua futura esposa Jean Thompson em 1910 durante um passeio organizado pelo Prairie Club of Chicago, um grupo de amadores de atividades ao ar livre que ele ajudou a formar. Paul e Jean casaram-se em julho Daquele mesmo ano e dois anos mais tarde Paul construiu uma casa com vista para o campo onde eles se encontra ram pela primeira vez. A casa recebeu o nome de Comely Bank, o mesmo nome da rua onde Jean morou em sua infância, em Edimburgo, na Escócia. Paul e Jean não tiveram filhos.

Na 2ª Convenção, em Portland, Oregon, no ano de 1911, Paulo foi reeleito, dedicando-se ao desenvolvimento e expansão. Aprovou-se a proposta de Benjamin Franklin Collins, adotando-se o lema: “Servir, porém não a si próprio. Somente 40 anos depois, na Convenção de 1950, em Detroit, Michigan, EUA, foram oficialmente designados os lemas: “Mais se beneficia quem melhor serve” e “Dar de si antes de pensar em si”. O primeiro Rotary Club fora dos Estados Unidos foi fundado em 1911 em Winnipeg, Manitoba, Canadá. Nesse ano Nasceu a “The National Rotarian” publicação precursora da revista "The Rotarian".

Na Convenção de Duluth, Minnesota, em 1912, o nome foi mudado para Associação Internacional de Rotary Clubes, e encurtado em1922 para Rotary International.

Os Harris viajaram pelo mundo promovendo Rotary, sempre reconhecido como personalidade mundial, destacada, tendo recebido inúmeras condecorações. No Brasil, em 1942, recebeu do Presidente Getúlio Vargas, a “Ordem do Cruzeiro do Sul.

Paul faleceu em Comely Bank em 27 de janeiro de 1947 com 79 anos e foi enterrado no cemitério Mount Hope, nos arredores de Blue Island, perto da sepultura de seu velho amigo Silvester Schiele. Após a morte de Paul, Jean retornou à Escócia, sua terra natal, onde faleceu em 1963, com 82 anos. Em "Meu Caminho para Rotary", Paul atribui os valores nele incutidos por seus avós e vizinhos, a base que o levou à concepção de Rotary:

O Rotary nasceu do espírito de tolerância, boa fé e serviço, qualidades Características de meus familiares e companheiros de infância na Nova Inglaterra. Tenho tentado transmitir minha fé nesses valores a outros Seres humanos, com a mesma intensidade com que ela brilha dentro de mim”.


Notícias do Clube

Fundo Social Sicredi

Na noite de 25/07/2019 em Farroupilha o presidente do Rotary Club Flores da Cunha Rudimar Ferrarini recebeu R$10.000,00 da cooperativa Sicredi através do Fundo Social, para o nosso Projeto Visão que atende todas as crianças carentes da rede escolar de Flores da Cunha. Subsidiamos o óculos e pagamos a consulta para crianças carentes até o 5º ano escolar.Falta de atenção, notas baixas, letras grandes e tortas são os sinais, que aparecem além do desinteresse do aluno pela escola. Essesindícios podem na verdade estar escondendo problemas de visão. Cerca de 10% das crianças em idade escolar apresentam deficiência visual, segundo a Organização Mundial de Saúde. O projeto visão, que o Rotary Club Flores da Cunha implantou em 2010 surgiu depois dessa constatação, para poder atender crianças carentes do município de Flores da Cunha, dando a elas a oportunidades de enxergar melhor, consequentemente melhorando o desempenho escolar e a sua autoestima.Muito obrigado Sicredi por essa ação e parceria que ajuda as nossas crianças

Postado em 27 de Julho de 2019 por

Hepatite Zero

HEPATITE CVOCÊ SABE SE TEM?Hepatite C é uma doença perigosa porque é silenciosa, 90% não sabem que tem a doença e ela se espalha sem sintomas aparentes. É importante diagnosticar antes que os sintomas se manifestem. Sem tratamento, o vírus afeta o fígado sofrendo danos irreversíveis levando a cirrose, câncer de fígado e a morte.Junte-se a nós nesta grande luta pela vida! O Rotary Club de Flores da Cunha, com a parceria direta da Secretaria da Saúde municipal através das unidades Básicas de Saúde de Flores UBSs. Com a mobilização que tem por objetivo ampliar o diagnóstico precoce da hepatite C, o teste é gratuito simples e rápido, basta uma picadinha na ponta do dedo e uma gotinha de sangue, o resultado fica pronto em 5 a 20 minutos. Se detectar uma suspeita, o paciente será encaminhado para fazer um acompanhamento e tratamento posterior da hepatite. Muitos se contaminam sem saber como, na depilação, ao fazer unhas, tatuagem, também utilizando agulhas, drogas e ainda em relação sexual. Depois de alguns anos ela se manifesta e traz danos as vezes irreversíveis. Não existe vacina para a hepatite C só para a B" mas tem tratamento.Através de você e do Hepatite Zero vamos conseguir salvar a vida de pessoas que estão por aí vivendo suas vidas e nem fazem ideia que o vírus da Hepatite C já está agindosilenciosamente em seus organismos. Sobre a hepatite Segundo a Organização Mundial de Saúde, as hepatites virais estão entre os maiores problemas mundiais de saúde e matam duas vezes mais do que a AIDS. e atualmente está aumentando. Acredita-se que 257 milhões de pessoas estejam vivendo com hepatite B e 71 milhões de pessoas com hepatite C, globalmente.A boa notícia é que mais de 95% das pessoas com hepatite C podem ser curadas completamente dentro de um período de dois a três meses. No entanto, para que eles sejam direcionados para o tratamento adequado, essas pessoas precisam ser encontradas. É importante que o diagnóstico ocorra antes que os sintomas se manifestem, a doença é causada por um vírus que provoca inflamação no fígado que podem ser irreversíveis, levando ao câncer de fígado e até à morte. " Para vencer essa luta e evitar milhões de mortes todos os anos, precisamos do engajamento de tantas pessoas quanto possível em várias partes do mundo. Juntos, podemos erradicar a hepatite viral globalmente.

Postado em 27 de Julho de 2019 por

Mensagem de Roberta Ferron, Presidente da Interact Brasil

Meus queridos companheiros, Para todos nós da Família Rotária se inicia um dos momentos mais esperado, planejado e sonhado da nossa trajetória. O belo da vida é sabermos que ela não é eterna, sabemos que tudo tem um fim, mas vai de cada um saber aproveitá-lo da melhor forma possível. Tenho certeza que todos são gratos ao ano que acabou de se encerrar, mas é necessário olhar adiante e perceber que o Sol ainda nos irradia.Estamos sendo desafiados ser a conexão, conectar o Rotary com o mundo, com pessoas, sentimentos, vidas. Hoje a MDIO Interact Brasil está completando 20 anos de história e em apenas 4 anos como interactiana já tenho marcas de seus trabalhos que levarei para sempre. Vocês já pararam para pensar que se atualmente somos conectados, se “o Interact é união, é o Brasil monstrando integração” se deve pelo trabalho dessa organização que não tem fronteiras, receios, barreiras, mas sim muitos sonhos. Não amamos aquilo que não conhecemos, em 2019-20 quero levar a MDIO Interact Brasil até cada um de vocês, desejo que vocês a conheçam e se encantem assim como eu.Transformem seus sonhos em objetivos, somente assim eles se tornaram realidade. Nenhum homem é uma ilha, completa em si mesma. Todo homem é um pedaço do continente, uma parte da terra firme.Desejo muita luz para todos vocês, continuem sendo a inspirAÇÃO, quando unimos nossos esforços eles tornam proporções inimagináveis. O Interact não forma apenas líderes, ele forma pessoas de um carácter extremamente único, sejam a diferença dentro de suas comunidades. Sejamos faróis de luz, esperança, conhecimento, amor, energias positivas. A conexão começa com nossa transformação e evolução interna, dentro de nossos clubes, distritos, estados.Não cabe a nós controlar o tempo, o que nos cabe é amar e conectar enquanto é tempo.Interactianamente,Roberta Lazzarotto FerronPresidente da MDIO Interact Brasil.

Postado em 01 de Julho de 2019 por

Reuniões | 20:00
Rua Dr. Montaury,459 Cep: 95270-000